Diagnóstico do TDAH

 

    Crianças com diagnóstico de TDAH são geralmente reconhecidas na escola e em casa. Como o próprio nome diz, o TDAH é caracterizado por sinais marcantes de desatenção, inquietude e impulsividade. Contudo, muita calma antes de pensar que seu filho - ou mesmo você - pode ter TDAH. Algumas pistas, podem levá-lo a consultar um médico, uma delas é se os sinais de desatenção, hiperatividade ou impulsividade já vêm se prolongando por vários meses. É importante saber que desatenção, hiperatividade ou impulsividade, principalmente quando não associadas, podem ocorrer em crianças sem TDAH, ou ser resultado de diversos problemas na relação das crianças com seus pais e/ou colegas, de sistemas educacionais inadequados ou mesmo estarem associadas a outros transtornos comuns na infância e adolescência. Por isso, o diagnóstico é clínico e o médico terá que saber muito a respeito do paciente, inclusive se os sinais e sintomas se manifestam igualmente nos vários ambientes da vida, como, por exemplo, na escola ou no trabalho e em casa. Assim, confie apenas no diagnóstico de seu médico sobre a presença ou não de TDAH antes de iniciar qualquer tipo de tratamento, medicamentoso ou não.

O TDAH é comum?

Ele é o transtorno mais comum em crianças e adolescentes encaminhados para serviços especializados. Ele ocorre em 3 a 5% das crianças, em várias regiões diferentes do mundo em que já foi pesquisado. Em mais da metade dos casos o transtorno acompanha o indivíduo na vida adulta, embora os sintomas de inquietude sejam mais brandos. 

Existe mesmo o TDAH?

Sim, ele é reconhecido oficialmente por vários países e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em alguns países, como nos Estados Unidos, portadores de TDAH são protegidos pela lei quanto a receberem tratamento diferenciado na escola.

Contato

#FECHADOCOMOTDAH fechadocomotdah@gmail.com